UMA RECEITA ENSAÍSTICA – Marcelo Alves Dias de Souza

UMA RECEITA ENSAÍSTICA – Michel de Montaigne (1533-1592) é considerado o exemplo do intelectual moderno. Talvez tenha sido o primeiro da sua estirpe. Como bem define Carlos Eduardo Ortolan (em “Montaigne: um ensaísta refinado”, Cadernos EntreLivros 4 – Panorama da Literatura Francesa, 2007), ele foi um “cavalheiro elegante que, recluso em sua propriedade em Bordeaux […]

UMA RECEITA ENSAÍSTICA – Marcelo Alves Dias de Souza

UMA RECEITA ENSAÍSTICA – Michel de Montaigne (1533-1592) é considerado o exemplo do intelectual moderno. Talvez tenha sido o primeiro da sua estirpe. Como bem define Carlos Eduardo Ortolan (em “Montaigne: um ensaísta refinado”, Cadernos EntreLivros 4 – Panorama da Literatura Francesa, 2007), ele foi um “cavalheiro elegante que, recluso em sua propriedade em Bordeaux […]

DIREITO, SÉRIES E SERIADOS: PAPEL E TELA – Marcelo Alves Dias de Souza

DIREITO, SÉRIES E SERIADOS: PAPEL E TELA – Sou um efusivo defensor das superpotencialidades das séries e dos seriados de TV para fins de estudo sério do direito. Voluntariamente confesso.  Todavia, devo reconhecer o fato de que o direito se desenvolveu ao longo de sua história, fundamentalmente, na forma escrita. A prática do direito e […]

DIREITO, SÉRIES E SERIADOS – Marcelo Alves Dias de Souza

DIREITO, SÉRIES E SERIADOS – Como outrora dito, a dramaticidade que nos envolve e a emoção que nos toca no cinema e perante a TV estão fortemente relacionadas aos recursos técnicos pertinentes a tais artes visuais, como a pluriperspectiva, a capacidade de manipular tempos e espaços, o corte cinematográfico, os efeitos especiais etc., que superpontencializam, […]

DIREITO, SÉRIES E SEIADOS: A EMOÇÃO – Marcelo Alves Dias de Souza

DIREITO, SÉRIES E SEIADOS: A EMOÇÃO – ​Como descobri por meio de Julio Cabrera e de sua obra “O cinema pensa: uma introdução à filosofia através dos filmes” (Editora Rocco, 2006), há aspectos bastante sutis que militam em prol das séries e dos seriados de TV como meios adequados para o tratamento do direito. Uma […]

DIREITO, SÉRIES E SERIADOS: VALE A PENA? – Marcelo Alves Dias de Souza

DIREITO, SÉRIES E SERIADOS: VALE A PENA? – Vale a pena estudar o direito por intermédio de séries e seriados de TV? Eles se prestam a propósitos que vão além do divertimento? São instrutivos sob o ponto de vista do conhecimento jurídico? É minimamente seguro embarcar nessa interdisciplinaridade? Quanto às séries em forma de “documentário” […]

DIREITO, SÉRIES E SERIADOS: VALE A PENA? – Marcelo Alves Dias de Souza

DIREITO, SÉRIES E SERIADOS: VALE A PENA? – Vale a pena estudar o direito por intermédio de séries e seriados de TV? Eles se prestam a propósitos que vão além do divertimento? São instrutivos sob o ponto de vista do conhecimento jurídico? É minimamente seguro embarcar nessa interdisciplinaridade? Quanto às séries em forma de “documentário” […]

DIREITO, SÉRIES E SERIADOS: UMA PAIXÃO – Marcelo Alves Dias de Souza

DIREITO, SÉRIES E SERIADOS: UMA PAIXÃO – Parodiando uma constatação do jurista belga Bruno Dayez (autor de “Justice & cinéma”, editora Anthemis, 2007), de que o direito “é um dos temas favoritos do cinema”, posso afirmar que o direito é também um maravilhoso tema para as séries e os seriados de TV. As razões para […]

DIREITO, SÉRIES E SERIADOS: UMA INTRODUÇÃO – Marcelo Alves Dias de Souza

DIREITO, SÉRIES E SERIADOS: UMA INTRODUÇÃO – Interagir o direito com a arte, interdisciplinarmente, faz parte de uma tendência cada vez mais popular no mundo jurídico contemporâneo. Na Europa, nos Estados Unidos da América e, promissoramente, no nosso Brasil, os estudos de “law and literature” (direito e literatura) e “law and cinema” (direito e cinema) […]

TRÁGICAS MISTURAS – Marcelo Alves Dias de Souza

TRÁGICAS MISTURAS – Nas últimas semanas, tenho aqui tratado da “ética das profissões/personagens jurídicas”, propositadamente de maneira interdisciplinar, misturando o direito com a literatura e o cinema. Uma maneira lúdica – afinal, poucas coisas são tão gostosas como a literatura e o cinema – de abordar a ética de profissões hoje tão incompreendidas, mas fundamentais, […]

A ÉTICA DO PRESO – Marcelo Alves Dias de Souza

A ÉTICA DO PRESO – Nunca esqueci a observação de Nilo Batista, em prefácio ao livro “Literatura e direito: uma outra leitura do mundo das leis” (de Eliane Botelho Junqueira, Letra Capital, 1998): “o relato literário, muitas vezes integrado pela experiência do autor, quando não explicitamente autobiográfico, não é menos elucidativo do que a objetiva […]

A ÉTICA DO RÉU – Marcelo Alves Dias

A ÉTICA DO RÉU – ​Grosso modo, juridicamente, réu é “aquele que é chamado a juízo para responder a uma ação cível ou criminal”. E, de uma maneira bastante informal, no imaginário popular, é o “autor de crime”. No palco do direito, é personagem de tristíssima figura. Mas sempre antipatizada? Protagonizando inúmeras estórias, a resposta […]

A ÉTICA DO ADVOGADO – Marcelo Alves Dias de Souza

A ÉTICA DO ADVOGADO – A literatura e o cinema são abundantes em personagens advogados. Poucas profissões – certamente nenhuma outra profissão do direito, com exceção dos policiais, se tida esta como tal – foram tão retratadas em obras de ficção. Positiva ou negativamente. Mas deixarei a nomeada dessa plêiade de causídicos ficcionais à boa […]

A ÉTICA DO PROMOTOR – Marcelo Alves Dias de Souza

A ÉTICA DO PROMOTOR – Das profissões do direito, talvez a mais “incompreendida” seja a do promotor de justiça. Pelos jurisdicionados em geral, pelos acusados em especial e mesmo pelos próprios membros do Ministério Público, que, em alguns casos, confundem a fiscalização da ordem jurídica ou a busca pela Justiça com algo que mais parece […]

A ÉTICA DO GOVERNANTE – Marcelo Alves Dias

A ÉTICA DO GOVERNANTE – Apelidamos jurídica a ficção cujos enredos têm forte ligação com o direito, porque, entre outras coisas: (i) abordam temas da filosofia jurídica – incluída a ética das profissões do direito –, que são, como na filosofia em geral, quase infinitos em sua variedade; (ii) são inspirados em casos reais ou […]

A ÉTICA DO GOVERNANTE – Marcelo Alves Dias de Souza

A ÉTICA DO GOVERNANTE – Apelidamos jurídica a ficção cujos enredos têm forte ligação com o direito, porque, entre outras coisas: (i) abordam temas da filosofia jurídica – incluída a ética das profissões do direito –, que são, como na filosofia em geral, quase infinitos em sua variedade; (ii) são inspirados em casos reais ou […]

A ÉTICA DO JUIZ – Marcelo Alves Dias

A ÉTICA DO JUIZ – Das profissões jurídicas, muito provavelmente a mais relevante é a do juiz. Afinal, como dizia o mestre Arruda Alvim (em “Manual de direito processual civil”, vol. 1, RT, 1994), “a elaboração legislativa, as cogitações puramente acadêmicas, os livros de doutrina, os livros de comentários de leis, o ensino da disciplina, […]

A ÉTICA DO GOVERNANTE – Marcelo Alves Dias de Souza

A ÉTICA DO GOVERNANTE – Apelidamos jurídica a ficção cujos enredos têm forte ligação com o direito, porque, entre outras coisas: (i) abordam temas da filosofia jurídica – incluída a ética das profissões do direito –, que são, como na filosofia em geral, quase infinitos em sua variedade; (ii) são inspirados em casos reais ou […]

ÉTICA JURÍRICA E LITERATURA: UMA BOA MISTURA – Marcelo Alves Dias de Souza

ÉTICA JURÍRICA E LITERATURA: UMA BOA MISTURA – Havendo proposto, na semana passada, o estudo interdisciplinar da ética jurídica com a literatura/cinema, venho hoje fazer uma defesa dessa curiosa mistura. Especificamente, pretendo responder à dúvida básica que deve estar na cabeça de vocês: por que os profissionais do direito devem estudar ética jurídica através da […]

DIREITO, ÉTICA E LITERATURA – Marcelo Alves Dias

DIREITO, ÉTICA E LITERATURA – Na edição 2023 do “Encontro Nacional de Corregedorias, Controles Internos e Ouvidorias dos Tribunais de Contas”, fui convidado a falar sobre o tema “Ética, direito e literatura”. E quedei-me pensando em como abordar, de maneira interessante, essa mistura interdisciplinar. Afinal, não seria “ético” de minha parte cansar, com uma “xaropada […]