Google lança no Brasil o sistema de pagamento para celulares Android Pay

Android Pay, sistema de pagamento criado pelo Google para celulares. (Foto: Divulgação/Google)

O Google anunciou nesta quarta-feira (17) a chegada do Android Pay ao Brasil. O sistema de pagamento móvel que funcionará em todos os celulares com o sistema operacional vai rivalizar com o Samsung Pay, da Samsung. A Apple também possui seu serviço nesse segmento, o Apple Pay, mas ainda não o oferece no país.

O Android Pay permite efetuar compras tanto na internet como em lojas físicas, onde basta encostar o celular nas maquininhas de cartão para pagar a conta.

Para Fábio Coelho, presidente do Google Brasil, o Android Pay é “a joia da coroa é o Android pay” de todos os serviços financeiros da empresa, já que o sistema operacional está presente em mais de 80% dos smartphones do Brasil.

Lançado em 2015 nos Estados Unidos, o sistema funcionará no Brasil com os cartões da bandeira Visa, das seguintes instituições financeiras:

  • Banco do Brasil
  • Neon
  • Brasil Pré-pagos
  • Caixa Econômica Federal

Algumas lojas já se tornaram parceiras, como AmPm, Casa do Pão de Queijo, Kalunga, DrogaRaia, Drogasil, Rei do Mate, Carrefour, Hering, Puc e Dzarm e Café Pilão.

O Google promete que Bradesco e Mastercard passarão a aceitar o sistema em breve.

Primeiro país latino-americano a receber o Android Pay, o Brasil é o 17° mercado em que o serviço começa a operar.

O Android Pay funciona assim:

  • O usuário cadastra no aplicativo do serviço os dados do cartão de crédito, de débito ou de contas de carteiras eletrônicas, como o do PayPal;
  • Na hora de saldar uma dívida em uma loja, basta aproximar o celular na maquininha;
  • A tecnologia de NFC faz o resto;
  • Se a compra for na internet, basta inserir as credenciais do perfil do Android Pay e selecionar de onde o dinheiro sairá.

O sistema é seguro porque as informações do cartão são criptografadas no celular e, quando há uma compra, não são transferidas, diz Alessandro Germano, diretor de parcerias estratégicas do Google para América Latina. O que o Android Pay faz é gerar códigos a cada transação para manter os dados dos cartões a salvo.

Há mais tempo no Brasil, o rival Samsung Pay também usa o NFC para funcionar. Para atender os terminais que não possuem esse recurso, o sistema de pagamento móvel da Samsung conta ainda com o chamado Transmissão Magnética Segura (MST, na sigla em inglês).

Apesar de estar disponível em mais bancos do que o Android Pay, o Samsung Pay é compatível apenas com os aparelhos Galaxy S8, S8+, S7, S7 edge, S6, S6 edge, S6+, S6 edge+, A5 e A7 (edições de 2016), e Note 5.

Fonte: G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *