Dois assaltos a ônibus são registrados em menos de uma hora em Natal



Ônibus assaltado em Natal — Foto: Sérgio Henrique Santos/Inter TV Cabugi

Dois assaltos a ônibus foram registrados em menos de uma hora, na noite dessa terça-feira (12), em Natal. Um dos casos aconteceu na Zona Norte da capital e acabou com a prisão dos suspeitos. O outro foi em Cidade Satélite, na Zona Sul.

O ônibus da linha 07/Alvorada 4 foi assaltado por dois criminosos, que usaram um simulacro de arma de fogo (arma falsa) e levaram dinheiro do motorista, além da carteira de um passageiro. O veículo já estava indo para o terminal quando o crime aconteceu.

Os assaltantes foram detidos minutos depois por policiais militares do 4º Batalhão que faziam patrulha de rotina na rua Aracati, no conjunto Santa Catarina, quando perceberam dois rapazes em atitude suspeita. Na abordagem, encontraram a carteira de uma das vítimas e dinheiro.

De acordo com a PM, os suspeitos ainda tentaram se livrar do simulacro de arma, jogando em um matagal, mas os policiais conseguiram encontrar o objeto.

A dupla foi detida em flagrante e conduzida à carceragem da Delegacia de Plantão da Zona Norte. Um dos rapazes é menor de idade. Além da arma falsa, a PM também recuperou carteiras e celulares de outras pessoas.

Um taxista também tinha sido roubado pela dupla e teve carteira e celular recuperados.

Zona Sul

O outro assalto aconteceu no conjunto Cidade Satélite. A vítima foi o motorista de um ônibus da linha 37 e outras 10 pessoas, que estavam no veículo como passageiras.

Pelo menos quatro criminosos armados participaram do arrastão. Segundo o motorista, eles subiram no ônibus na altura do Natal Shopping e só anunciaram o assalto que já estavam na Rua dos Caiapós, no conjunto Cidade Satélite.

Os homens se dividiram – entre a parte da frente e os fundos do veículo – e obrigaram as vítimas a entregarem celulares, bolsas e outros pertences. Eles fugiram em seguida.

“Não é a primeira vez. Já fui vítima de vários outros assaltos. Dá medo trabalhar com esse risco todos os dias”, contou o motorista, que pediu para não ser identificado.

Fonte: G1RN

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *