22 de setembro de 2016

ARTIGO: Vicente Serejo

A REVOLTA DOS GUARAPES –  Outro dia perguntei ao meu amigo Valério Mesquita, legítimo senhor do velho principado de Macaíba, como se faria para o governo estadual iniciar as obras de restauração do casarão dos Guarapes. Valério contraiu o cenho como um velho personagem de romance, e me respondeu: “Não […]
2 de Maio de 2015

E, no entanto, é primavera em Paris…

Vicente Serejo Nunca imaginei que receberia aqui, com o primeiro sol da primavera, a notícia de que seria 30 de abril o último dia de vida do Jornal de Hoje, tal como gosto que os jornais vivam, com suas páginas grandes e soltas, efêmeras como as coisas da vida. Como […]
23 de Abril de 2015

Uma flor do linho

Vicente Serejo Outro dia, e era uma manhã esplêndida de um mar azulando na distância, andava eu com meu paletó de linho branco, a única nobreza que restou desta vida que poderia ter sido e que não foi, como no poema de Manuel Bandeira. Aquele que na canção de Fagner […]
16 de Abril de 2015

Dos cem dias

Vicente Serejo Cuidadosa – negar seria injusto – e diante de tão graves desafios, a cobertura política tratou de não cobrar a marca dos cem dias. Evitou que um número cabalístico de apenas três meses e dez dias mais uma vez fosse marco de julgamento. Sobretudo, movesse uma avaliação das […]
10 de Abril de 2015

Chefiar ou presidir?

Vicente Serejo O caldo de cultura das relações de poder no Brasil ao longo de quinhentos anos tem sido mais de impurezas e distorções do que formador de uma consciência crítica. Ainda não aprendemos a boa lição de que os poderes, assim como as entidades representativas de classes, colegiados e […]
2 de Abril de 2015

Doença e panaceia

Vicente Serejo Adianta pouco dizer que a comunicação, tenha seu uso como marketing ou não, muitas vezes é vendida como um elixir desses milagreiros que curam todas as mazelas. Os que vendem o milagre continuarão vendendo e os que compram também. Como não serve de pano para cobrir o fracasso. Mas, […]
27 de Março de 2015

Sinais de convulsão

Vicente Serejo É muito mais grave do que pareceu naqueles oito dias mais agudos de rebelião a crise instalada no sistema prisional do Estado. E essa gravidade só veio aflorar na sua inteireza no último final de semana quando a revista Veja e a matéria do Fantástico desnudaram o que […]
19 de Março de 2015

A rua

Não bastasse, por si só, a força do verso célebre de Castro Alves – ‘A praça é do povo como o céu é do Condor’ – toda a história da liberdade se fez nas ruas e não nos gabinetes. São muitos e valiosos os estudos da sociologia urbana e da […]
13 de Março de 2015

Jogo duro

                                                                                                                                           Vicente Serejo Não faz muito tempo, uma semana talvez, o noticiário político mencionou a existência de vozes, ainda tímidas, falando de coalizão. O presidente Fernando Henrique Cardoso foi ouvido e admitiu aceitar um encontro com a presidente Dilma Rousseff, abrindo o diálogo.  Seria muito mais natural de pactuar a união […]
6 de Março de 2015

Muito cedo

Não faltam qualificações a nenhum detentor de mandato para ser candidato a prefeito. Muito menos quando é o território do seu maior eleitorado. É o que basta para se reconhecer as credenciais do deputado Fernando Mineiro lançado candidato a prefeito de Natal pelo governador Robinson Faria e, agora, pela senadora […]
27 de Fevereiro de 2015

Tratado caseiro do maniqueísmo

Nos últimos anos, nada foi tão bem reengendrado no processo de formação da opinião pública no Brasil do que a idéia do maniqueísmo, esse monstro de efeito devorador. Os tucanos, mais bem feitos e afeitos intelectualmente, riscaram os primeiros traços do novo demônio e os petistas, donos de rara habilidade […]
22 de Fevereiro de 2015

O mote e a glosa

O prefeito Carlos Eduardo Alves parece ter encontrado o mote para a glosa que precisa fazer na campanha do ano que vem em busca de sua reeleição: o apelo ao caráter austero de sua gestão no trato da coisa pública, isentando-a de denúncias. Não declarou de fato, mas esse sentido […]
20 de Fevereiro de 2015

Um canguleiro na Time

Pouca gente sabe, e conhece, a não essa gente interessada em coisas velhas e hoje esquecidas: o norte-riograndense Café Filho foi capa da revista Time, a mais importante dos Estados Unidos e uma das mais consagradas no resto do mundo. Pois é. João Fernandes de Campos Café Filho é apresentado […]
12 de Fevereiro de 2015

A crise do PT

Doze anos depois, e apesar de quatro vitórias seguidas garantindo dezesseis anos de poder, é nítido o cenário de desmoronamento político do governo da presidente Dilma Rousseff, mesmo tendo na presidência do Senado e da Câmara, teoricamente, dois correligionários do PMDB. Não será fácil a reconstrução na medida em que […]
1 de Fevereiro de 2015

O vício improviso

Esta coluna tem sido persistente, mesmo com todo seu saber leigo, colhido em beira de praia desde menino, a reclamar do noticiário interminável diante dos deslizamentos no Calçadão da Praia do Meio e Areia Preta. Aquilo que a engenharia chama com certa sofisticação de fuga de material e os pescadores […]
24 de Janeiro de 2015

Dos heróis

Não tenho sorte com heróis, Senhor Redator. Errei no golpe de vista. Aqueles pelos quais torci, falharam clamorosamente. E, os que inventei, o diabo lhes roubou a alma. Só tive um rei. Alguém há de dizer que nos primeiros escolhi errado ou, a minha torcida, de tão insignificante, de nada […]
18 de Janeiro de 2015

A razão da crítica

   Quem exerce a crítica, Senhor Redator, corre sempre o risco de enfrentar a precariedade dos que não sabem a sua função mais profunda e caem naquela acusação superficial dos que a confundem com o ser do contra. Quem pensa assim, pode até ser um bom advogado, um médico eficiente ou […]
11 de Janeiro de 2015

Conjunção planetária

Era esse, Senhor Redator, se ainda lembro, o título de um dos pontos do livro ‘Programa de Admissão’, de Haroldo Azevedo e outros professores, uma edição da Companhia Editora Nacional. Ali, nas suas páginas, estava, para nós, aqueles jovens adolescentes, a esperança de passar no exame de admissão que encerrava […]
28 de dezembro de 2014

Um olhar

Naqueles começos dos anos setenta já ouvia meu Transglobe. No modelo antigo e feioso, nove faixas, capaz de ouvir as rádios mais distantes do mundo. Por isso era fácil sintonizar a rádio Olinda e ouvir Dom Hélder Câmara. Pareciam crônicas, mas lidas com sua voz marcante em tom de conversa, […]
22 de dezembro de 2014

A Escola

Outro dia ouvi bem quando um empresário, numa roda de conversa, durante um velório, saiu lá das suas preocupações naturais para dizer: nós aprendemos com os políticos. Ele tentava rebater a estocada anterior quando viu a sua classe ser acusada de também por um pé de cada lado da política […]