23 de julho de 2017

AZNAVOUR, A LENDA VIVA – José Narcelio Marques Sousa

  Nas décadas de 60 e 70 era comum ouvirmos música romântica francesa em discos, filmes ou em programas de emissoras de rádio pelo Brasil. Algo raro atualmente. Daí a razão das vozes de Edith Piaf, Maurice Chevalier, Yves Montand, Silvie Vartan, Johnny Hollyday, Mireille Mathieu e Gilbert Bécaud me […]
16 de julho de 2017

RIR É O MELHOR REMÉDIO – José Narcelio Marques Sousa

Houve um tempo em que a família brasileira era leitora fiel da revista Seleções – nome da versão brasileira da Reader’s Digest. Circulando no país desde fevereiro de 1942 e vendida predominantemente por assinatura, Seleções sempre apresentou um formato peculiar: menor do que um periódico como a VEJA e maior […]
9 de julho de 2017

ENCOMENDA ESQUISITA – José Narcelio Marques Sousa

Sábado desses acordei com o toque irritante do telefone. Antes de me certificar quem chamava consultei o relógio de cabeceira que marcava 6h15. Era a esposa de um velho amigo. Ela sequer me cumprimentou indo direto ao assunto: Vocês estão com alguma viagem programada para os Estados Unidos? Respondi enfastiado: […]
2 de julho de 2017

SERÁ O BENEDITO? – José Narcelio Marques Sousa

    Lá se vão quase quatro décadas da morte do pernambucano Nelson Rodrigues (1912-1980), certamente o mais festejado dramaturgo do país, autor de centenas de contos onde explorou as paixões e as tragédias do cotidiano do brasileiro. Engendrar-se pelos enredos do escritor é também uma maravilhosa viagem ilustrativa dos […]
25 de junho de 2017

AVA GINA – José Narcelio Marques Sousa

A recém-nascida batizada com os prenomes que intitulam esta crônica foi vítima de um arroubo da paixão do pai por Ava Gardner e Gina Lollobrigida, duas belas atrizes da cinematografia mundial, no século passado, das quais ele era fá ardoroso. Isolados, os nomes apresentam sonoridades agradáveis; unidos, aventam a um […]
18 de junho de 2017

O MISTÉRIO DE LANCIANO – José Narcelio Marques Sousa

  Quinta-feira passada a Igreja Católica celebrou o Corpus Christi, o mistério da Eucaristia, o sacramento do Corpo e do Sangue de Cristo. Daí eu escrever este texto para ser interpretado sob a ótica da análise científica que o embasa, sem querer influenciar ninguém nem descambar para qualquer tipo de […]
11 de junho de 2017

VIDE BULA – José Narcelio Marques Sousa

  As letras minúsculas contidas nas bulas de medicamentos escondem informações importantes, comumente desconsideradas por nosso desinteresse em conhece-las ou por preguiça de lê-las. Daí ficarmos alheios aos efeitos colaterais e às contraindicações de remédios que ingerimos visando o bem de nossa saúde. Tomemos por exemplo o omeprazol. Trata-se de […]
4 de junho de 2017

PAPO CABEÇA COM UM ATEU – José Narcelio Marques Sousa

Dentre meus amigos diletos um é ateu de carteirinha. Sei, perfeitamente, que uma coisa é uma coisa e outra coisa é outra coisa, razão porque a sua descrença em qualquer divindade não afeta nossa convivência salutar. Meu amigo, é um profissional competente, possui boa cultura, bom humor e grande generosidade. […]
28 de maio de 2017

A MAGIA DO “PRÍNCIPE” – José Narcelio Marques Sousa

  Quem tem mais de 50 anos de idade deve guardar na memória o sucesso alcançado pelos concursos de Miss Brasil nos anos 60, 70 e 80. Deve recordar também a expectativa que tomava conta do país, durante o desenrolar do processo de escolha da representante nacional para a disputa […]
21 de maio de 2017

A MINHA CANÇÃO – José Narcelio Marques Sousa

Dirigindo e sintonizando FMs ao acaso escutei, de passagem, este trecho de verso musicado: …preste atenção, essa é a nossa canção… Tratava-se de Nossa Canção, sucesso de Roberto Carlos, em 1966, com letra e música de Luiz Ayrão. Foi quando eu atentei para o detalhe de nunca haver definido uma […]
14 de maio de 2017

MEU ENCONTRO COM MADEMOISELLE BARDOT – José Narcelio Marques Sousa

  Somente agora tive coragem de relatar meu encontro com Brigitte Bardot, a lenda das telas do cinema nas décadas de 50 e 60, ela, na época, com 29 anos de idade. Isso, 53 anos atrás. Não o fiz antes porque ninguém acreditaria na história inverossímil de um nordestino jovem […]
7 de maio de 2017

A ERA DE OURO DOS TRIOS – José Narcelio Marques Sousa

  Não se fazem mais trios como os de antigamente. Nada como aqueles conjuntos musicais compostos por primeira, segunda e terceira vozes masculinas. Três intérpretes tendo como instrumental básico o violão, o afoxé e o tantã, com o qual obtinham o acompanhamento necessário para a perfeita colocação dos timbres vocais. […]
30 de abril de 2017

O VELHO HOTEL – José Narcelio Marques Sousa

Encontrei o superintendente regional do Iphan-Rn, Armando Ribeiro Holanda, anteontem, numa solenidade na nova sede da OAB, em Natal. Falamos sobre o antigo Hotel dos Reis Magos e do posicionamento do órgão quanto ao destino do mesmo. Finalmente, prevaleceu o bom senso. Abaixo artigo nosso publicado no Jornal de Hoje, […]
2 de abril de 2017

QUAL LEITE DEVO TOMAR? – José Narcelio Marques Sousa

Atravessamos a onda do radicalmente correto. É o politicamente correto, o moralmente correto, a correta vida ao ar livre e, agora, a postura alimentar correta. Quanto ao correto posicionamento alimentar, são tantas e tão contraditórias as opiniões acerca do que podemos ou não devemos consumir, que chegamos ao ponto de […]
29 de março de 2017

TAPIOCA PODE MATAR – José Narcélio Marques Sousa

TAPIOCA PODE MATAR – Meu amigo Tomaz Edson é um engenheiro em permanente busca por uma vida saudável. Não o reputo hipocondríaco, embora o excesso de zelo com a saúde lembre alguém portador da mania. Em sua última estada em Portugal, ele viajou sentindo uma persistente dor no estômago. Bastaram […]
19 de março de 2017

TAPIOCA PODE MATAR – José Narcelio Marques Sousa

Meu amigo Tomaz Edson é um engenheiro em permanente busca por uma vida saudável. Não o reputo hipocondríaco, embora o excesso de zelo com a saúde lembre alguém portador da mania. Em sua última estada em Portugal, ele viajou sentindo uma persistente dor no estômago. Bastaram poucos dias em Lisboa […]
12 de fevereiro de 2017

ANOTAÇÕES DE VIAGEM – José Narcelio Marques Sousa

Li, ou ouvi dizer, aqui ou alhures, que se descortina o caráter de um indivíduo submetendo-o a uma destas três situações distintas: numa mesa de jogo com apostas, emprestando-lhe dinheiro ou acompanhando-o em viagem com duração de mais de uma semana. Quanto às duas primeiras alternativas não posso me manifestar […]
22 de janeiro de 2017

PENA DE MORTE À BRASILEIRA – José Narcelio Marques Sousa

Samuel, 22 anos, tez morena, ensino médio concluído, arrimo de família, integrante do sistema carcerário brasileiro, foi preso por assalto à mão armada, condenado e trancafiado num dos presídios rebelados em 2017. Foi um julgamento sumário. Tão logo de posse da peça acusatória, o juiz na ânsia de anular mais […]
15 de janeiro de 2017

UM APELO SEM ECO – José Nacélio Marques Sousa

Darcy Ribeiro, antropólogo, escritor e político brasileiro, foi uma pessoa polêmica e um ardoroso defensor de suas ideias. Considerável parcela dos avanços obtidos na educação do Brasil deve-se ao mineiro de Montes Claros. Junto com Anísio Teixeira ele fundou a Universidade de Brasília e, na condição de vice-governador do Rio […]
8 de janeiro de 2017

FERDINANDO FUGIU PARA CASAR – José Narcelio Marques Sousa

  Somente após trinta anos de convivência eu soube que meu amigo Ferdinando fugira para casar com a sua única e querida esposa, quando adolescentes. Ele me pediu para guardar reserva acerca do fato, mas, como não existe apenas um Ferdinando no mundo, ninguém identificará meu amigo neste relato. Dessa […]