21 de janeiro de 2020

VIVER PRAIANO – José Alberto Maciel Oliveira

VIVER PRAIANO – Escuto a zoada do mundo da minha sacada aqui na praia … Do mar vem o boom das ondas se quebrando na areia, que ao escutar bem, trazem gemidos da mãe África, em vozes ancestrais que quase se perderam no longo navegar na difícil travessia. Das dunas, […]
15 de janeiro de 2020

VEREDAS EXISTENCIAIS – José Alberto Maciel Oliveira

VEREDAS EXISTENCIAIS – Tateio na noite, Iluminada por uma lua quase opaca Em busca de mim, Que estou em outros lugares E ao mesmo tempo em nenhum… Meu eu perdido, Anda louco a procura de um tempo Que é um quase tudo,de tão pouco existir E que se perdeu num […]
3 de janeiro de 2020

APELOS A BEIRA MAR – José Alberto Maciel Oliveira

APELOS A BEIRA MAR – Tou com saudades de mim Caminhando na beira do mar Pisando na areia molhada Hora terra,hora mar Ora vida que trafega Na leveza dessas águas Onde venho me recarregar Repor minhas energias Que se exaurem ao ver Tanta desgraça no mundo Que fingem não saber […]
18 de dezembro de 2019

MAR AZUL – José Alberto Maciel

MAR AZUL – Mar de um azul intenso,contracenando com um céu sem nuvens,de brigadeiro. Ondas que se quebram nos arrecifes com um barulho ensurdecedor,empurradas por um vento forte,barulhento e ininterrupto que as levam até a praia onde se desmancham em espumas brancas,igual a capucho de algodão na época da colheita. […]
10 de dezembro de 2019

VERANEIO DA VIOLÊNCIA – José Alberto Maciel Oliveira

VERANEIO DA VIOLÊNCIA – Aqui no litoral sul, o verão já está a pleno vapor com tudo nos seus devidos lugares: veranistas, turistas nórdicos ,sol em tempo integral, água do mar amornada, cachaças nossas a postos, juntamente com o caju e os caldinhos amuquecados, formando um trio imbatível para nosso […]
2 de dezembro de 2019

INQUIETUDE – José Alberto Maciel Oliveira

INQUIETUDE – Silêncio da noite, adiantado das horas, praia do litoral sul, som do mar fustigado levemente pelo vento, maré enchendo, ondas moderadas. Numa rua qualquer, ao longe,escuto o latido de um cachorro. A noite tem um andar mais lento na beira mar, com um tempo de calmaria e menos […]
27 de novembro de 2019

TEMPOS SAUDOSOS – José Alberto Maciel Oliveira

TEMPOS SAUDOSOS – Saudades do carro de boi Da coivara no roçado Quando não tinha vento pro fogo Ele vinha no assobiado Saudade de plantar maniva Que se transforma em mandioca Coisas do meu passado Saudade de chupar manga rosa Madura,tirada no pé Saudades do banho de riacho Do óleo […]
20 de novembro de 2019

VERÃO À VISTA – José Alberto Maciel Oliveira

VERÃO À VISTA – É doce entardecer no mar. Seu ritmo cadenciado ao sabor do vento, ver suas ondas quebrarem na areia se desfazendo em espumas brancas. Águas amornadas por um sol que promete ser a sensação desta estação que se avizinha. As taínhas já deram o ar da graça, […]
13 de novembro de 2019

FOLHAS SECAS – José Alberto Maciel Oliveira

FOLHAS SECAS – Ontem resolvi entrar no mar depois de um longo período afastado,sem meu lazer predileto, culpa do ser inumano que derramou petróleo no mar, poluindo tudo e mais que houvesse, para tristeza minha e de muitos O mar de Camurupim está com uma temperatura amornada,principalmente na Enseada,meu lugar […]
21 de outubro de 2019

ACALANTOS ANTIGOS – José Alberto Maciel

ACALANTOS ANTIGOS – Já acordei com o canto da sariema E dormi escutando o cantar do bacurau Décadas depois Já não acordo nem durmo Eu simplesmente existo no tempo Entre o dia e a noite Onde o único cantar é o ronco das motos fazendo pega,pega sem razão de ser […]
9 de outubro de 2019

NATUREZA MORTA – José Alberto Maciel

NATUREZA MORTA –  Numa tarde esplêndida O mar amormou Em pleno outubro De resto, tudo arruinou O mar poluído Natureza morta O petróleo exterminou Morrem tartarugas Morre crustáceo Morre a flora Morre o cetácio Doído,sofro e choro Oh,Deus meu A quem imploro? Uma tragédia dessas Nenhuma explicação A quem reclamar? […]
4 de outubro de 2019

POETAS MIRINS – José Alberto Maciel

POETAS MIRINS –  Graças a Deus ainda choro Emocionado com a poesia Que vem de pequenas crianças Que recitam com galhardia Seus versos tão bem criados E por eles declamados Hoje ganhei o dia Isto me dá a certeza Que o cordel segue em frente Tem vida longa no horizonte […]
21 de setembro de 2019

SAUDADES MINHAS – José Alberto Maciel Oliveira

SAUDADES MINHAS –  A espera da lua cheia Já armei minha arapuca Três aboios de saudades Da minha vida matuta Onde era feliz e sabia Vivendo entre flora e fauna Minha saudosa labuta Labuta lúdica,dura Bloquei mata e relva Fiz leirão Encamei terra Era uma lida saudável Um trabalho memorável […]
25 de maio de 2019

DÁDIVA DE DUNAS – José Alberto Maciel Oliveira

DÁDIVA DE DUNAS – Dunas,estávamos saudosos, um do outro, assim como os cachorros da vizinhança que me acolheram entre latidos,cheiros e afagos. Logo estávamos subindo tuas areias,revendo as árvores,depois de muitos dias ausentes. Para minha surpresa, o juar já está maduro,logo cairá, cumprindo sua sina,além de alimentar as aves. As […]
22 de abril de 2019

O NOSSO TURISMO – José Alberto Maciel Oliveira

O NOSSO TURISMO – Nuvens negras encobrem a lua deixando a noite escura e poetas carentes de sua musa predileta para ser cantada em versos e prosas.Chove e um vento frio traz algum alento para compensar um dia que foi de mormaço onde o mar estava em calmaria. Nesse feriado […]
15 de abril de 2019

FLOR DO CAMPO – José Alberto Maciel Oliveira

FLOR DO CAMPO – Venho de um mundo que se perdeu nos cafundós dos tempos, entre o hoje e o ontem, o lúdico vivenciado e a razão de viver sem razão de ser, apesar de carecer ser,pois o viver atual é padecer entre concretos indevidos, por força de um destino […]
10 de abril de 2019

NATUREZA MORTA – José Alberto Maciel Oliveira

NATUREZA MORTA – Atento,observo o tempo. A natureza, pessoas. O pastorador de carros na praia … Sempre focado,indiferente as pessoas, indiferente a vida, que passa ao lado. Não sorrir, o seu viver é sem emoções,trivial… Nas dunas o urubu dá razantes com queda de asas,enquanto no céu, o bem-te-vi assola […]
21 de janeiro de 2019

CIDADANIA – José Alberto Maciel de Oliveira

CIDADANIA – Esses dias de veraneio aqui na praia de Búzios, além de lúdicos, também tem sido de observação das pessoas no que se refere ao descarte do lixo nosso de cada dia e cada vez mais chego a certeza da deseducação do nosso povo. A culpa nem sempre é […]
11 de janeiro de 2019

BÚZIOS PARADISE, DO LIXO – José Alberto Maciel de Oliveira

BÚZIOS PARADISE,DO LIXO – A praia é Búzios, pleno janeiro, verão bombando faceiro,água do mar nos temperos e os veranistas num lixeiro , por culpa de uma prefeito nada maneiro que nos deixa nesse desespero de mais um verão todo isoneiro,onde somos obrigados a conviver com um lixeiro a céu […]
27 de novembro de 2018

TURISMO NOSSO – José Alberto Maciel de Oliveira

TURISMO NOSSO – O verão chegando e nossas praias estão cada vez mais cheias de turistas e calor humano, distribuídos por nós, nativos e por quem nos visitam. Eu como nativo e frequentador semanal de nossas praias, fico observando o comportamento das pessoas,notadamente dos turistas e seu encantamento com nossas […]