27 de março de 2021

UM BOLIVIANO BEM BRASILEIRO – Guga Coelho Leal

UM BOLIVIANO BEM BRASILEIRO – Jorge Pastor Vargas Soliz, seu nome define bem sua trajetória na vida, era realmente um pastor, pastor de almas. Fazer o bem e fazer amigos, foi o seu caminho, o seu destino. Era um cavalheiro, soube caminhar com dignidade, coragem e competência os caminhos da […]
19 de março de 2021

UM HOMEM NU – Guga Coelho Leal

UM HOMEM NU – Sentado no alpendre de minha casa em Cotovelo, olhando o céu, conseguindo ver algumas estrelas penso; ainda me restam algumas e Graças a Deus não conseguiram tirá-las de mim. No presente, me sinto um homem nu, vendo meus direitos sendo corrompidos e com um poder de […]
25 de fevereiro de 2021

O PAÍS DE SUCUPIRA – Guga Coelho Leal

O PAÍS DE SUCUPIRA – Estava eu dirigindo, em uma estrada estranha, que me dava a sensação que alguma coisa de anormal estava para acontecer. Com a velocidade de 120 km/h seguia a minha viagem, subitamente aparece um buraco imenso e o carro cai nele, aumenta a velocidade em direção […]
18 de fevereiro de 2021

MEU AMIGO MIRO – Guga Coelho Leal

MEU AMIGO MIRO – Estava eu sentado, no meu alpendre na Praia de Cotovelo, sol forte, brilhante e devido a força do brilho do sol torna o mar, mas vivo, prateado. Os coqueiros devido a força do vento balançam suas folhas como sendo a saudação de um bom dia. Tomando […]
5 de fevereiro de 2021

MINHA PEQUENA NATAL – Guga Coelho Leal

MINHA PEQUENA NATAL – Estou em Cotovelo, precisei ir ao médico em Natal, no retorno já ao anoitecer passo pela Prudente de Morais e peço ao motorista para parar em um poste que era o nosso Quartel General quando adolescente, vou até lá e debaixo da luz, começo a pensar […]
26 de janeiro de 2021

INDIGNAÇÃO – Guga Coelho Leal

INDIGNAÇÃO –  Indignação, é este o sentimento que sinto no momento pelos políticos, autoridades e pelo povo, ás vezes penso que nasci em outro mundo e por um erro da rota da cegonha terminei nascendo no Brasil.  O que fazer? Arrumar as malas e ir embora? A idade já não […]
16 de janeiro de 2021

ANDO DEVAGAR… – Guga Coelho Leal

ANDO DEVAGAR… – Ando devagar, a idade e problemas de saúde me levam a fazer do meu andar físico um andar lento, o meu “andar cerebral” também está mais calmo nas suas intercessões. Ando devagar porque aprendi a ser mais cauteloso.  Guardo um sorriso e procuro levá-lo aos meus amigos […]
31 de dezembro de 2020

DEVANEIOS – Guga Coelho Leal

DEVANEIOS – Eram aproximadamente nove horas de uma bonita manhã quando resolvo ir até o calçadão da praia, sentei-me em um banco feito de pedras de meio fio e comecei a olhar para o mar, pensar nos sonhos que tive, que foram concretizados e os que não realizei. Olho para […]
16 de dezembro de 2020

CARTA À PAPAI NOEL – Guga Coelho Leal

CARTA À PAPAI NOEL – Meu bom velhinho, estar aproximando-se o dia de mais uma visita sua as crianças, não sou mais uma delas, não faço mais as minhas cartinhas para pedir presentes, mas, ainda tenho na lembrança aqueles dias felizes. Papai comprava roupa nova para todos os filhos, teríamos […]
26 de novembro de 2020

COISAS QUE LI E VI – Guga Coelho Leal

COISAS QUE LI E VI – Fui criado entre negros, brancos e pardos, fui menino de engenho e aprendi essa maneira de viver, todos irmãos. Brincávamos misturados uns entre os outros sem ver a cor da pele. A casa de meu avô era cheia de pessoas negras, assim aprendi a […]
14 de novembro de 2020

MULHERES – Guga Coelho Leal

MULHERES – Vendo a revista Veja li à seguinte manchete: “Mulher é um bicho complicado”. Vi que pela primeira vez a ciência estava ao meu lado, ajudando-me a justificar o injustificável para a minha mulher, apenas discordando com o termo “bicho”. Acho a mulher qualquer coisa de fantástico, se eu […]
5 de novembro de 2020

O VAZIO – Guga Coelho Leal

O VAZIO – O vazio é maior que um oceano, muito maior do que imaginei. O vazio machuca a alma, corrói o corpo, espreme o coração. O vazio caminha ao seu lado, mexe com o seu cérebro, parente da tristeza e da depressão. Manhã de sol, o mar lindo com […]
19 de outubro de 2020

A JANELA – Guga Coelho Leal

A JANELA – O dia amanheceu nublado, domingo, seis horas da manhã, os primeiros cantos dos pássaros, em particular, um casal de Bem Te Vi, regendo uma linda orquestra, que faz muito bem a alma. Preciso escrever, mas escrever o quê? Os últimos meses, tem sido duro, em quarentena há […]
1 de outubro de 2020

O POVO E OS POLÍTICOS – Guga Coelho Leal

O POVO E OS POLÍTICOS –  Gosto do passado, por isso leio muito o que escreve o meu amigo Antonio Ferreira que fala de coisas alegres passadas em sua vida. Continuo fazendo minhas viagens pelo interior. Gosto de conversar com o povo, para mim é gratificante, pois tenho muito que […]
12 de setembro de 2020

O MOTORISTA FANTASMA – Guga Coelho Leal

O MOTORISTA FANTASMA – “Entrou por uma perna de pato, saiu por uma perna de pinto, o seu Rei mandou lhe dizer que você contasse cinco.” Estávamos em uma reunião deveras importante no bar do nosso amigo GG, na esquina da Praça Augusto Leite. O assunto era a culpa ou […]
4 de setembro de 2020

CRÔNICA DO PASSADO – Guga Coelho Leal

CRÔNICA DO PASSADO – Esta pequena crônica foi escrita há alguns anos quando alguns amigos falecidos, ainda neste mundo, faziam parte da nossa confraria na Confraria do GG no Bar do GG. Era um dia de sábado ensolarado, céu de um azul bonito, sol forte e cerveja gelada, o fato […]
29 de agosto de 2020

RECORDAÇÕES – Guga Coelho Leal

RECORDAÇÕES – Resolvi andar, peguei o carro e fui dirigindo sem destino, apenas andar. Cinco horas da manhã, chão um pouco molhado, e eu sem destino certo. De repente no som do carro escuto uma música cantada por Roberto Carlos, ídolo da jovem guarda, tempo da minha mocidade, e tinha […]
14 de julho de 2020

UM HOMEM SÓ – Guga Coelho Leal

UM HOMEM SÓ – Era quase madrugada um pouco mais que cinco horas da manhã. Céu carregado de nuvens escuras, deixava passar entre elas os primeiros raios de sol que sobre o mar projetava um pequeno espelho d’água brilhante, talvez querendo ensinar-me que entre fases escuras da nossa vida também […]
4 de julho de 2020

ESSE CARA SOU EU? – Guga Coelho Leal

ESSE CARA SOU EU? – “Nós era sete”, graças a Deus não “fumo morrendo” e nem “só ficaram eu”, morreu sim, minha irmã Niris e o irmão José Maria, deixaram um vazio, uma saudade imensa.  Éramos sete crianças felizes, todas cheias de saúde. Todas? Não, desde criança que tive alguns […]
25 de junho de 2020

NOSSAS VERDADES – Guga Coelho Leal

NOSSAS VERDADES – Mexendo nas minhas gavetas, vi esta crônica escrita em março de 2010, vejam, faz dez anos e o besteirol e ignorância no nosso povo continua. Nessa época de tremenda angustia, o dinheiro do povo (não existe dinheiro público) foi queimado estupidamente para construir Arenas de futebol, quantos […]