13 de setembro de 2021

COISAS QUE SÓ ACONTECEM COMIGO – Guga Coelho Leal

COISAS QUE SÓ ACONTECEM COMIGO – Tenho “ainda” a alegria de brincar com os fatos da vida, e procurar aceitar as coisas como elas são e “tirar de letras. ” Quando ainda era um jovem engenheiro, era proibido levar pessoas na carroceria das camionetas do DER para evitar acidentes. Me […]
21 de agosto de 2021

CARTA AO MEU PAI 8 – Guga Coelho Leal

CARTA AO MEU PAI 8 – Meu bom pai, as coisas aqui estão mais para urubu do que para passarinho, a carniça é muito grande, mas o número de urubus é tão grande que não dá para todos, a podridão sai de Brasília e se espalha por todo Brasil. É […]
2 de agosto de 2021

O ANTIQUÁRIO – Guga Coelho Leal

O ANTIQUÁRIO – Noite com lua, céu bonito, poucas nuvens, a janela do meu quarto servindo de tela para este bonito cenário. Pensei nas coisas da vida, pensei e tentei indagar porque nascemos bons e nos tornamos maus, por que tanta ambição e tanta maldade na criatura que deveria ser […]
30 de julho de 2021

O ANTIQUÁRIO – Guga Coelho Leal

O ANTIQUÁRIO –  Noite com lua, céu bonito, poucas nuvens, a janela do meu quarto servindo de tela para este bonito cenário. Pensei nas coisas da vida, pensei e tentei indagar porque nascemos bons e nos tornamos maus, por que tanta ambição e tanta maldade na criatura que deveria ser […]
7 de julho de 2021

E ASSIM SE PASSARAM DEZ ANOS… – Guga Coelho Leal

E ASSIM SE PASSARAM DEZ ANOS… – E assim se passaram dez, vinte, trinta, quarenta, setenta e nada mudou neste Brasil, meu Brasil brasileiro, meu mulato inzoneiro, nada mudou, continua o Brasil da malandragem, o brasil (com letras minúsculas) da picaretagem. Há anos ouvia de meu pai. “Quero deixar um […]
24 de junho de 2021

E O VENTO LEVOU… – Guga Coelho Leal

E O VENTO LEVOU… – ​Encontro com o amigo Giba casualmente e mesmo com a pandemia não houve jeito; foi aquele abraço. Giba meu amigo de infância na Rua Mossoró, do tempo em que os vaga-lumes iluminavam as ruas de Tirol e Petrópolis, das lavadeiras do Riacho do Baldo, dos […]
9 de junho de 2021

LEMBRANÇAS OU SAUDADES – Guga Coelho Leal

LEMBRANÇAS OU SAUDADES – ¨ Lembro um olhar, lembro um lugar, seu vulto amado. ” Manhã bonita, sol iniciando sua caminhada diária’ céu coberto com nuvens brancas e escuras, dois coqueiros e um imenso pé de “palmatórias” e no fundo o mar meio verde e meio azul compõem a moldura […]
20 de maio de 2021

ÓLEO DE PEROBA – Guga Coelho Leal

ÓLEO DE PEROBA Acontecem coisas na vida que eu não posso entender o ser humano, quando se diz ser o mais racional. Não sei como se briga por religião, política e futebol, mas… briga-se. Fico vendo como as pessoas perdem o racional e viram irracionais quando conversam sobre estes assuntos […]
10 de maio de 2021

JOÃO E MARIA – Guga Coelho Leal

JOÃO E MARIA – Década de 50, as coisas corriam normalmente, em uma certa tranquilidade. Uma paz reinante no velho engenho em São José de Mipibu. Época de férias o velho Jorge, dono de um engenho de moagem de cana, costumava levar os netos, para passar as férias escolares em […]
26 de abril de 2021

VOU EMBORA PARA PASÁRGADA – Guga Coelho Leal

VOU EMBORA PARA PASÁRGADA – “Vou embora pra Pasárgada/Lá sou amigo do rei / Lá tenho a mulher que eu quero / Na cama que escolherei Vou embora pra Pasárgada / Vou embora pra Pasárgada / Aqui eu não sou feliz.” Como posso se feliz aqui? Não sou feliz em […]
17 de abril de 2021

COISAS DAS COISAS – Guga Coelho Leal

COISAS DAS COISAS – Com a tristeza batendo dentro de mim, por causa desta pandemia, ontem perdi um amigo e hoje uma amiga, sem inspiração para escrever, resolvi mexer nas minhas coisas antigas e encontrei vários jornais e escritos na minha juventude, descobri que eu e meu amigo Carlos Fernandes […]
27 de março de 2021

UM BOLIVIANO BEM BRASILEIRO – Guga Coelho Leal

UM BOLIVIANO BEM BRASILEIRO – Jorge Pastor Vargas Soliz, seu nome define bem sua trajetória na vida, era realmente um pastor, pastor de almas. Fazer o bem e fazer amigos, foi o seu caminho, o seu destino. Era um cavalheiro, soube caminhar com dignidade, coragem e competência os caminhos da […]
19 de março de 2021

UM HOMEM NU – Guga Coelho Leal

UM HOMEM NU – Sentado no alpendre de minha casa em Cotovelo, olhando o céu, conseguindo ver algumas estrelas penso; ainda me restam algumas e Graças a Deus não conseguiram tirá-las de mim. No presente, me sinto um homem nu, vendo meus direitos sendo corrompidos e com um poder de […]
25 de fevereiro de 2021

O PAÍS DE SUCUPIRA – Guga Coelho Leal

O PAÍS DE SUCUPIRA – Estava eu dirigindo, em uma estrada estranha, que me dava a sensação que alguma coisa de anormal estava para acontecer. Com a velocidade de 120 km/h seguia a minha viagem, subitamente aparece um buraco imenso e o carro cai nele, aumenta a velocidade em direção […]
18 de fevereiro de 2021

MEU AMIGO MIRO – Guga Coelho Leal

MEU AMIGO MIRO – Estava eu sentado, no meu alpendre na Praia de Cotovelo, sol forte, brilhante e devido a força do brilho do sol torna o mar, mas vivo, prateado. Os coqueiros devido a força do vento balançam suas folhas como sendo a saudação de um bom dia. Tomando […]
5 de fevereiro de 2021

MINHA PEQUENA NATAL – Guga Coelho Leal

MINHA PEQUENA NATAL – Estou em Cotovelo, precisei ir ao médico em Natal, no retorno já ao anoitecer passo pela Prudente de Morais e peço ao motorista para parar em um poste que era o nosso Quartel General quando adolescente, vou até lá e debaixo da luz, começo a pensar […]
26 de janeiro de 2021

INDIGNAÇÃO – Guga Coelho Leal

INDIGNAÇÃO –  Indignação, é este o sentimento que sinto no momento pelos políticos, autoridades e pelo povo, ás vezes penso que nasci em outro mundo e por um erro da rota da cegonha terminei nascendo no Brasil.  O que fazer? Arrumar as malas e ir embora? A idade já não […]
16 de janeiro de 2021

ANDO DEVAGAR… – Guga Coelho Leal

ANDO DEVAGAR… – Ando devagar, a idade e problemas de saúde me levam a fazer do meu andar físico um andar lento, o meu “andar cerebral” também está mais calmo nas suas intercessões. Ando devagar porque aprendi a ser mais cauteloso.  Guardo um sorriso e procuro levá-lo aos meus amigos […]
31 de dezembro de 2020

DEVANEIOS – Guga Coelho Leal

DEVANEIOS – Eram aproximadamente nove horas de uma bonita manhã quando resolvo ir até o calçadão da praia, sentei-me em um banco feito de pedras de meio fio e comecei a olhar para o mar, pensar nos sonhos que tive, que foram concretizados e os que não realizei. Olho para […]
16 de dezembro de 2020

CARTA À PAPAI NOEL – Guga Coelho Leal

CARTA À PAPAI NOEL – Meu bom velhinho, estar aproximando-se o dia de mais uma visita sua as crianças, não sou mais uma delas, não faço mais as minhas cartinhas para pedir presentes, mas, ainda tenho na lembrança aqueles dias felizes. Papai comprava roupa nova para todos os filhos, teríamos […]