3 de abril de 2020

CORONAVÍRUS – Dalton Mello de Andrade

CORONAVÍRUS – Estou de castigo, como a maioria de vocês. Quinze dias que não boto o pé fora da porta. Na minha idade, safenado, o risco é maior do que o usual. Então, todo cuidado é pouco. Não é que tenha medo de morrer. Todos nós vamos nesse caminho. Mas, […]
19 de fevereiro de 2020

NOVENTA – Dalton Mello de Andrade

NOVENTA – Acordei hoje lembrando-me que estou chegando bem perto dos noventa. Isso, na realidade, não me incomoda. Envelhecer faz parte da vida, e já dizia Churchill muito bem que a alternativa é muito pior. Claro que é. Meu amigo Alvamar dizia que a característica marcante de um velho era […]
13 de fevereiro de 2020

LEMBRANÇAS – Dalton Mello de Andrade

LEMBRANÇAS – Diz um amigo, da minha idade, que uma das poucas coisas boas da velhice são as suas lembranças. As boas, pois as ruins você deve esquecer. Concordo com ele em gênero, número e grau. Desta vez, me permito contar uma história da minha infância, aí pelos 9/10 anos, […]
5 de fevereiro de 2020

PESCARIA – Dalton Mello de Andrade

PESCARIA – Há mais de trinta anos temos casa em Jacumã. Não sou adepto de pescarias. Não uso anzol nem redes. Precisa uma paciência de Job, que não tinha antes e muito menos agora. Minha isca é dinheiro. E, de peixe, o máximo que consigo é distinguir um bagre de […]
16 de janeiro de 2020

WALFLAM QUEIROZ – Dalton Mello de Andrade

WALFLAM QUEIROZ – ​Ao escrever minha crônica de ontem sobre o novo ano, lembrei-me de uma história ocorrida na viagem, que não contei para não alongar o texto. Conto agora. ​ Meu companheiro de viagem, mera coincidência, foi Walflam. Estudamos juntos no Atheneu. Embora não fossemos amigos íntimos, nos dávamos […]
13 de janeiro de 2020

2020 – Dalton Mello de Andrade

2020 – Vinte-vinte. Achei divertido este ano, 2020. Além disso, é o ano em que vou completar 90 anos, em maio próximo. Ou seja, praticamente já posso me considerar um nonagenário. Isso tudo me leva ao passado, aos meus “teens”, como se diz em inglês referindo-se aos adolescentes, mas os […]
28 de dezembro de 2019

LEI DE CHICO DE BRITO – Dalton Mello de Andrade

LEI DE CHICO DE BRITO – Chico de Brito. Uma das figuras interessantes de Natal. O conheci final dos anos 30, começo dos 40. Tinhas uns dez anos. Nós éramos vizinhos na praia de Areia Preta. A nossa casa era vizinha a dele. Naquele tempo, os veraneios da cidade eram […]
9 de dezembro de 2019

QUEM FAZ O MELHOR, A MAIS NÃO SE OBRIGA – Dalton Mello Andrade

QUEM FAZ O MELHOR, A MAIS NÃO SE OBRIGA – Confissão só se faz a padre. Ele lhe escuta, lhe perdoa, e manda você rezar tantas Aves Maria e Padres Nosso, em função do que ele considerava da gravidade maior ou menor do seu pecado. Já houve um tempo em […]
5 de outubro de 2019

ECLIPSE DA LUA – Dalton Mello de Andrade

ECLIPSE DA LUA – Para quem gosta de astronomia, e mesmo para quem não tem tantos amores pelo assunto, o eclipse da Lua foi fantástico. Só vamos ter outro igual daqui a trinta e três anos. Provavelmente não o verei. Pelo menos da Terra. O aproveitei muito bem, apelando para […]
28 de setembro de 2019

TANATOLOGIA – Dalton Mello de Andrade

TANATOLOGIA – Segundo o dicionário, tanatologia refere-se à “teoria ou estudo cientifico sobre a morte”. Confesso que só fui conhecer essa ciência em conversas com meu amigo Juarez Chagas, que é doutor no assunto. Pego a deixa para fazer alguns comentários, meus, sobre a morte. Para começo de conversa, não […]
27 de agosto de 2019

REVOLUÇÕES III – Dalton Mello de Andrade

REVOLUÇÕES III – Depois do intervalo, volto ao assunto. Começo de onde terminei, ano de 1964, quando a pressão do povo forçou as Forças Armadas a intervirem, derrubando um governo que estava levando o país ao desastre. Com a ação militar, Goulart fugiu do país e o Congresso, considerando o […]
22 de agosto de 2019

REVOLUÇÕES II – Dalton Mello de Andrade

REVOLUÇÕES II – Continuando meus comentários anteriores, com uma ligeira variação. É que vou comentar sobre um acontecimento que afetou Natal de forma inusitada e que a transformou de uma pequena cidade Nordestina tipicamente provinciana em uma cidade cosmopolita, “pra frente”, como se diz atualmente. Tudo isso deveu-se a II […]
20 de agosto de 2019

REVOLUÇÕES – Dalton Mello de Andrade

REVOLUÇÕES – Nos meus oitenta e nove anos, já presenciei uma ruma de confusões neste nosso país. Olho em redor, e mais atrapalhados de que nós só outros países da América Latina e, fora de série, os países do Oriente Médio. Estes, campeões mundiais em anarquia. Nasci em 1930, em […]
13 de agosto de 2019

BULLYING – Dalton Mello de Andrade

BULLYING – Conversava com um neto sobre “bullying” nas escolas e lhe disse que isso não era novidade. Já existia no meu tempo, embora com nome diferente: sacanagem, frescura, idiotice, safadeza, entre outros. Comigo, e com o outros colegas, obviamente, aconteceu várias vezes. Lembro que também resolvíamos o problema na […]
25 de julho de 2019

TECNOLOGIAS – Dalton Mello de Andrade

TECNOLOGIAS – Há poucos dias um dos meus netos, que me vê constantemente no computador, ao piano, lendo, vendo TV, me perguntou como usava meu tempo quando era menino, adolescente. Quando não haviam todas essas tecnologias que me apaixonam. E sempre me apaixonaram; há 56 anos sou radioamador. E há […]
1 de julho de 2019

CAFÉ DA MANHÃ – Dalton Melo de Andrade

CAFÉ DA MANHÃ – O café da manhã é a continuação do banho. Claro, alguns não seguem essa ordem natural, mas eu e muitos outros fazemos isso. Primeiro, o banho matinal e, depois, o café da manhã. Ao pensar nisso, me veio à lembrança um amigo, radioamador do meu tempo […]
17 de junho de 2019

O BANHO – Dalton Mello de Andrade

O BANHO – Acho que quase nada se escreve sobre o banho. Uma função obrigatória, que você tira de letra quando jovem, mas que vai se complicando à medida que você avança na idade. Na minha idade, é quase um sacrifício. Tomo dois banhos por dia, um pela manhã e […]
2 de abril de 2019

AMENIDADES – Dalton Mello de Andrade

AMENIDADES – Há tempos não escrevo uma palavra. Problemas de ordem pessoal, preocupações outras e falta de amenidades me atrapalham. Não escrevo mais sobre política. Cheguei a conclusão de não tem mais o que comentar. É sempre mais do mesmo e, aqui para nós, enche o saco. Esta semana, porém, […]
22 de setembro de 2018

SONHOS ? – Dalton Mello de Andrade

SONHOS ? – Dalton Mello de Andrade Não sei como começar. Foi um sonho estranho e inesperado. Sempre que se vai para a cama, sonhar é uma possibilidade evidente. Quase uma obrigação, já que dormir sem sonhar não é dormir. Sempre que vou dormir, fico aguardando um sonho, que sempre […]
10 de setembro de 2018

VIDA INSOSSA – Dalton Mello de Andrade

VIDA INSOSSA – Minha vida é insossa! Foi assim que começou um telefonema que recebi de um amigo, que diz me ler de ver em quando, pois não costuma usar o computador a não ser esporadicamente. Diz que sempre gosta de ler o que escrevo, mas tem preguiça de comentar. […]