31 de julho de 2020

DE UMA MARGEM PARA OUTRA – Carlos Alberto Josuá Costa

DE UMA MARGEM PARA OUTRA – O chefe da ‘Commissão Scientífica pelo Governo Imperial’ J. Barbosa Rodrigues, em missão de ‘Exploração e Estudo do Valle do Amazonas’, debruçou-se em percorrer o Rio Tapajós e em fazer um relato sobre os núcleos habitacionais encontrados em suas margens. Trabalho esse que dedicou […]
17 de julho de 2020

AOS POUCOS… – Carlos Alberto Josuá Costa

AOS POUCOS… – Aquela chuva, demorada no passar, me fez reclinar na cadeira de balanço da varanda e contemplar o gotejar contínuo num balde sob a biqueira. Lembrei a jarra de barro que a minha saudosa vovó Aline, lá em Macaíba, mantinha ao final da calha para juntar a água […]
10 de julho de 2020

QUAL É O SEU RECADO? – Carlos Alberto Josuá Costa

QUAL É O SEU RECADO? – Numa dessas idas a uma  farmácia coincidiu de encontrar um amigo, também “cardíaco” e, como há algum tempo não nos encontrávamos, devido ao atual momento de reclusão, a nossa saudação foi de alegria distanciada. Já de saída, eis que sou ‘barrado’ pelo apelo de […]
3 de julho de 2020

UMA TELA INACABADA – Carlos Alberto Josuá Costa

UMA TELA INACABADA – Na parede uma tela… Um barco (tipo canoa) ancorado sob uma árvore à margem de um rio qualquer. Um céu azul, poucas nuvens, um pássaro em pleno voo. Tudo isso em uma tela inacabada. Parte já com suas cores e parte rabiscado com grafite, davam a […]
26 de junho de 2020

MINHA ORAÇÃO ESTAVA INQUIETA – Carlos Alberto Josuá Costa

MINHA ORAÇÃO ESTAVA INQUIETA – Tenho o sentimento que quando estou fazendo minhas orações e meu pensamento ‘pula’ para outro assunto, há uma quebra de compromisso com a devoção pela qual me propus naquele momento. Ao retomar verifico que não silenciei o espírito e passei diretamente da atitude humana para […]
19 de junho de 2020

QUEM MANDOU VOCÊ PARTIR?! – Carlos Alberto Josuá Costa

QUEM MANDOU VOCÊ PARTIR?! – (Em memória de Genival de Andrade Frazão e demais vítimas do Covid-19) Há tempos venho refletindo sobre a partida prematura de um ente querido, familiar ou não, do qual não tive tempo de me despedir.  Isso acentuou-se nesse tempo consumidor de vidas pelo tenebroso vírus […]
29 de maio de 2020

UM CARTAZ NA PARADA – Carlos Alberto Josuá Costa

UM CARTAZ NA PARADA –   Entre as muitas mensagens recebidas pelo Whatsapp uma me chamou atenção pelo fato de se tratar de uma cartaz afixado numa determinada parada de ônibus. Nela estava escrito: “NÃO PODEMOS / VOLTAR AO NORMAL, / porque o normal era EXATAMENTE O PROBLEMA. / PRECISAMOS […]
22 de maio de 2020

ROTINA DE UM APRENDIZ – Carlos Alberto Josuá Costa

ROTINA DE UM APRENDIZ – “Sempre estou à espera de uma inspiração; quando ela demora vou em sua busca.” (Josuá Costa). O novo dia já amanheceu. O corpo ainda teima em permanecer acolhido, sabedor de que a noite anterior, mais uma vez, foi demasiadamente longa sem que os olhos cerrassem […]
8 de maio de 2020

PRIMEIRA CARTA A ARTHUR – Carlos Alberto Josuá Costa

PRIMEIRA CARTA A ARTHUR – “O que extrapola do amor ainda é amor.” (Josuá Costa) Natal, 8 de maio de 2020 Querido Arthur, Soube por intermédio de sua mãe que você poderá chegar por esses dias. Fico feliz com a sua vinda. Não sei se você me reconhecerá. A nossa […]
24 de abril de 2020

ESCRITOS EM JORNAIS – Carlos Alberto Josuá Costa

ESCRITOS EM JORNAIS – A ‘Cena Urbana’ do jornalista Vicente Serejo, no seu “Diário da Quarentena – XI”, que acompanho diariamente no jornal Tribuna do Norte, me fez pensar em como deveria estar tedioso o nobre escritor, talvez pela contenção de sua rotineira estadia entre os seus livros. Certamente não […]
17 de abril de 2020

VERSOS EM QUARENTENA – Carlos Alberto Josuá Costa

VERSOS EM QUARENTENA – Em tempo de pandemia fomos tomados por um ‘vai e vem’ de mensagens, as mais diversas, que notadamente se agrupam em pelo menos cinco categorias: as controvérsias da politicagem, as tomadas de pavor do vírus e suas consequências, as “abalizadas” sobre a solução do mal, as […]
10 de abril de 2020

FAÇA-SE A LUZ – Carlos Alberto Josuá Costa

FAÇA-SE A LUZ – Deus disse: “Faça-se a luz!”. E a luz foi feita. Poi bem. Recentemente experimentei a sensação de ver e sentir novamente a luz natural em toda a sua plenitude. As cores me pareceram mais nítidas, as nuances mais acentuadas, os contornos mais delineados, os sorrisos mais […]
3 de abril de 2020

MÉDICO E POETA – Carlos Alberto Josuá Costa

MÉDICO E POETA – Deus deu ao mundo, profetas, anjos, mestres, enfermeiros, médicos e poetas para, entre outros, ajudá-Lo no trabalho da messe. Qual o trabalho mais importante? Todos. Deus precisa de cada um de forma diferente. É preciso discernir o que está acontecendo aqui pertinho de nós e também […]
27 de março de 2020

A VERDADE FOI DAR UMA VOLTINHA? – Carlos Alberto Josuá Costa

A VERDADE FOI DAR UMA VOLTINHA? – Aprendemos nos bancos escolares, na disciplina  que trata de Raciocínio Lógico, a denominada Tabela Verdade, onde a partir de certas proposições apresentadas sentenciamos se “verdadeira” ou “falsa”. Assim, matematicamente, podemos ter como resposta um argumento “conciliatório” que traga uma resposta (clareza) entre duas […]
7 de fevereiro de 2020

AGONIA DANADA – Carlos Albero Josuá Costa

AGONIA DANADA – As pernas um pouco cansadas me fizeram sentar em um dos bancos que “nos salvam” nos corredores de um shopping da cidade dos Reis Magos. A agitação estava moderada, pois a grande liquidação do final de ano havia passado. Sentei-me ao lado de duas jovens, digamos maduras, […]
31 de janeiro de 2020

DEVANEIOS DE VERÃO – Carlos Alberto Josuá Costa

DEVANEIOS DE VERÃO – Inútil planejar escrever durante o veraneio, principalmente quando esse acontece em ambiente de  praia, onde o relógio é esquecido e, os ponteiros cansam de dar voltas e voltas sem ninguém notar que o tempo misturou o dia com a noite e, essa, com a madrugada. Mesmo […]
10 de janeiro de 2020

UM OLHAR PARA SI MESMA – Carlos Alberto Josuá Costa

UM OLHAR PARA SI MESMA – Quando uma circunstância nos leva à caixa das fotografias guardadas, como que proposital, para somente rebuscá-las tempos depois, esperamos nos divertir com os trajes, os penteados, os adornos e a uma série de surpresa, tipo: “como eu era magra”. Ou seja, nos fixamos apenas […]
27 de dezembro de 2019

PAPEL DE PRESENTE – Carlos Alberto Josuá Costa

PAPEL DE PRESENTE –  O papel com motivos e cores natalinas parece replicar os sons dos guizos conduzidos pelas renas e alces do trenó do bom velhinho, ali estampados. Cada presente realça a arte do artista embalador, que com dobras e laços dourados valoriza o envolto, independentemente do conteúdo, do […]
20 de dezembro de 2019

DEIXA-TE À MOSTRA E DIREI QUEM ÉS – Carlos Alberto Josuá Costa

DEIXA-TE À MOSTRA E DIREI QUEM ÉS – Você já presumiu “conhecer” alguém sem nunca tê-lo visto, apenas por supostos objetos que tal pessoa mantém, tais como, livros, discos, revistas, fotos, quadros, vídeos e outros peças caseiras? Você sim?! Você não?! Eu me aventurei! Quando pousamos no aeroporto de Madrid […]
14 de dezembro de 2019

TODOS TÊM UMA RESPOSTA… – Carlos Alberto Josuá Costa

TODOS TÊM UMA RESPOSTA… – Somos contemporâneos de um fenômeno, se não estranho, bastante curioso. De repente passamos a ter “respostas” para tudo. Em muitas ocasiões sem nem a pergunta ter sido feita. É uma profusão de “explicações” para isso ou aquilo, sem o devido cuidado ou atenção para o […]