agricultor (2)

Um alívio para os produtores rurais do semiárido nordestino. A Câmara dos Deputados aprovou na noite de quarta-feira (18) a Medida Provisória 618, que fixa regras para a renegociação das dívidas rurais na área de atuação da Superintendência de Desenvolvimento do Nordeste (Sudene) e suspende as execuções pelos bancos. A MP inclui os principais benefícios previstos anteriormente mas vetados pelo poder executivo.  Isso foi possível depois de “duras negociações” com o ministro do Planejamento, Guido Mantega, segundo explicou ontem o presidente da Câmara, deputado Henrique Alves (PMDB-RN). As medidas são válidas para os agricultores cujas propriedades estão localizadas em municípios sob estado de calamidade pública ou situação de emergência reconhecidos pelo governo federal em consequência de seca ou estiagem. De acordo com o que foi aprovado, os municípios devem estar na área de abrangência da  Sudene e a situação emergencial ocorrida no período de 1º de dezembro de 2011 a 30 de junho de 2013.

Deixe seu Comentário